terça-feira, 26 de junho de 2018

Appelamor





Eu quase fui e não voltei. Comecei a me perder e, graças à noção que me resta, não cheguei muito longe da porta que entrei: a dos Apps de relacionamento.

A Apporta que pode nos deixar Apperdidos. A experiência que tive... AppelamordeDeus.

Para os homens gays afim de pegação, sexo sem compromisso e troca de nudes, os dois principais aplicativos são Hornet e Grindr. Alguns toques em fotos e poucas perguntas – como, “de onde é?” e “o que curte (no sexo)?” – e o próximo passo é rumo à cama, ao sofá ou algum beco abandonado – porque, sim, tem de tudo. Appelação!

Esses dois Apps já não são a minha há tempos. Há seis meses solteiro, foi a vez de experimentar os outros dois vistos como mais “promissores” quando o assunto é conhecer pessoas: Tinder e Happn . Appara!

Baixei o Tinder. Configurei para o alcance de até 110 km de distância – imaginando que, se valesse o esforço, uma horinha de carro poderia resultar em uma boa conversar acompanhada de uma bela e gelada cerveja. Preferência, homens. Idade: dos 25 aos 40 – porque mais novo que isso está difícil de acompanhar e mais velho que isso está impossível de se animar.

Coloquei minhas três fotinhos, bonitinho. Idade, 31. Descrição: jornalista e o meu trabalho – sem paciência para me descrever para pessoas que não têm paciência para me ler. Tudo certo. Play no App!

Na tela, foto, idade e descrição de caras de todos os tipos. Desliza para a esquerda para dizer Não, para a esquerda, Sim. Fui desenfreado para a esquerda... Nope, nope, NOPE!

Dos poucos que receberam sinal verde, dois responderam as mensagens no chat que é liberado quando rola o match! – o restante eu prefiro acreditar que sofreram derrames em vez de ter lido o meu “Oi” e simplesmente seguido a vida sem me responder – mesmo tendo “me curtido” nos coraçõezinhos distribuídos. Appraquê?

Depois de dois encontros em bares e algumas pessoas no meu WhatApp, em duas semanas, zerei o aplicativo. De repente a minha foto aparece no centro da tela em que estariam os pretendentes e um círculo, como um radar, cresce em torno dela para localizar alguém que eu ainda não tenha passado pelo perfil. Ninguém. Mensagem: “Não há ninguém perto de você. Expandir suas configurações de busca para ver mais pessoas”. Apporfavor! Não, obrigado.


Nem que eu expandisse o alcance de pessoas até o Haiti, daria certo. Appelei e deletei.

Com o Happn, o mesmo. Só que durou menos. Até porque neste aplicativo você deve passar, fisicamente, a certa distância das pessoas para que elas apareçam para a sua avalição com xis, para negar o interesse, ou coração. Minha paciência durou quatro dias. Muda o App, continuam as pessoas. Papo padrão e a maioria nem aparece para retornar as mensagens, mesmo quando o “Oi” venha do lado de lá.

Appor que baixei? Queria conhecer gente. Gente interessante de preferência. Para amizade, sexo ou namoro, ter novas e boas experiências. Apperdadetempo.

Foi a época em que eu ia para baladas para transar bêbado depois das cinco da manhã. Escolhi por conversar mais com as pessoas, conhecer melhor, nos vermos e ver o que bate. Até fiz um e outro amigo colorido neste tempo. Amizade e sexo. Apperfeito!

Mas as coisas mudam. O interesse pode passar. A paixão pode surgir de um dos lados. E nada feito. Nem amizade nem sexo.

No momento, fico com meus barzinhos e amigos e cinema e minha casa. Escolho a Appaquera olho no olho. Descobri que eu Apprefiro.



Recomende essa leitura pelo WhatsApp
Ao acessar o Caneca pelo celular, compartilhe este texto com seus amigos. É só clicar na descrição abaixo.

~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| ~D| 

6 comentários:

Anônimo disse...

Appoiado! A reflexão só vem depois da própria experiência. Maravilhoso o Matheus de antes e instigante o Matheus de agora e do futuro. Meu interesse na sua pessoa e intelecto só cresce e me acrescenta! Love U Bitch!!!

Unknown disse...

👋👋👋

Matheus Farizatto disse...

Hey, Unknown!

Matheus Farizatto disse...

Applease, B*tch! JuntAZ no desenvolvimento da porra toda rsrs. Adorei o comentário. Thanks. LUVya!

Andréia Carvalho disse...

Exatamente o que passei a alguns meses atrás e decidi também em Appaquerar olho no olho, para mim é muito melhor, parabéns pelo trabalho!

Matheus Farizatto disse...

Melhor mudança. Melhor sensação rsrs. Obrigado, Andréia! Beijão para você.