sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

A morte da sobrancelha



Depois da moda dos livros de colorir, é a vez de pintar a cara. Uma parte dela, na verdade. E sem muitas opções de cores. De preferência somente tons escuros: preto, grafite, cinza, chumbo, carbono. Pode ser que um desses chegue a um tom meio azulado com o passar do tempo, normal. Depende da pele e de quem pinta. Ah, na verdade, soube que depende da qualidade da tinta. Estou falando de pintura nas sobrancelhas. Fixa. Estilo tatuagem. Está “super em alta”. Tendência da mulher moderna.

Quando falei de fazer a minha única tattoo, o primeiro comentário de quem não era lá a favor foi “E quando você ficar velho?”. Quando eu ficar velho a minha pele vai enrugar, ficar mais fina e minha tatuagem no pulso provavelmente vai entrar para o tom cinza-sumindo, azul-esverdeado, como a mancha de uma pancada na perna. Então colocarei um relógio, uma pulseira bem no estilo senhor de 60, e tudo certo. Mas na cara, logo em cima dos olhos, você bota o que para tampar? Vai viver com enormes óculos escuros? Ou prefere o boné com a aba bem baixa tal qual uma celebridade que se esconde dos paparazzi.

E mais: a mulherada que entrou na onda de tatuar a sobrancelha, ou melhor “fazer definitiva”, ainda não tem a referência de quem fez aos 30, 40 anos e hoje estaria com 70, 80, com aquilo no começo da testa para saber como isso vai “evoluir” – tenho a impressão que algumas devem ganhar até pernas com o passar dos anos – para saber no que vai dar.

Há idosas que, na vibe roqueira-motoqueira-metaleira, se meteram a encarar a agulha e fazerem a sua primeira tattoo. As primeiras duas, na verdade. Porque ninguém vive de uma sobrancelha só. O resultado: nasce uma sósia do Palhaço Carequinha.

Mas o par de fitas isolantes sobre os olhos não são acessórios somente das mulheres de mais idade. Em uma ida ao supermercado, shopping, praça ou caminhada pela empresa encontramos novinhas com a testa carregada de tinta. Soube que algumas, que não encararam a definitiva, desenham e preenchem a lápis suas gêmeas (que nunca ficam idênticas) dia após dia antes de saírem de casa – e eu com preguiça de passar a minha camisa antes de ir trabalhar porque tenho que acordar um pouco mais cedo. Bobagem. Será que elas têm um molde que só seguram na altura da testa e metem o rolo de tinta preta ali? E voilà! Saindo um par de sobrancelhas fresquinhas. Ainda bem que não dá para pisar nelas, para não manchar. Ou até dá, dependendo do desentendimento com a tal pintora.

O assunto me intriga tanto que uma amiga me marcou em um meme que dizia: “Fui limpar o suor na testa da menina, sem querer apaguei a sobrancelha dela”. Rá! Morri.

Mulheres bonitas, estilosas, com boa autoestima (aparentemente, claro) se entregando às tatuagens testeiras. Pra quê? Penso.

Foi-se a época em que nariz grande era sinal de infelicidade com o seu rosto. Peitos muito pequenos? A tattoo de sobrancelha hoje viria antes do par silicone. Mais barato. Mais na moda. Mais urgente!

Há, sim, mulheres que acertam na “arte”. Conheço duas. E uma única esteticista que mandou bem. Ficaram boas. As quatro sobrancelhas! Cada duas de acordo com o tom de pele e o rosto de suas donas. Ambas definiram seus pares de traços de expressão para todo o sempre com essa mesma profissional. Louvada seja a tal.


Pode ser que haja mais que ficaram “naturalmente” boas. Afinal, quem notaria a mudança se feita com perfeição? Enquanto isso, impossível disfarçar aquelas sobrancelhas que se tornaram dois boomerangs pretos. Impossível se desfazer deles. O jeito é esperar para ver como elas, sobrancelhas e sua casa chamada rosto, vão ficar quando envelhecerem.


~D|caneca~D|caneca~D|caneca~D|caneca~D|caneca~D|caneca

Deixe o seu comentário

~D|caneca~D|caneca~D|caneca~D|caneca~D|caneca~D|caneca


4 comentários:

Unknown disse...

Vc diz isso pq não conheceu o trabalho dá Camila Mendes. Isso sim é perfeição com naturalidade. Na verdade, não são tatuagens e sim uma micropigmentação, com durabilidade de 6 meses a 1 ano. É feito um fio de cada vez, por isso fica tão natural. Entra no face dela é dá uma olhadinha. Garanto que vc vai mudar de opinião! Espero sua resposta!!

Anônimo disse...

entrei no face da tal "Camila Mendes"..
fique por alguns segundos paralisado. depois ri. ri alto..
sério, nada contra: belo trabalho. excelente profissional.
mas não consegui me conter.
é muito estranho isso..

Anonimo disse...

Boa tarde!!! Qual o nome da profissional q vc cita no texto e onde ela atende??

Matheus Farizatto disse...


Oi, pessoal. Obrigado pelos comentários.

Tenho certeza que a Camila deve ser uma ótima profissional. Obrigado por citá-la.

Sobre a pessoa que comentei no texto, ela atende em Ribeirão Preto. Duas amigas fizeram com ela. Acho que se chama Marli.

Abração, turma!