sábado, 19 de setembro de 2015

O surto de "Não Sou uma Dessas"

"Não Sou uma Dessas" nos lembra do quanto podemos pisar fora da faixa sem sermos presos ou, no mínimo, viver isso pelas experiências de Lena


Muito mais que não ser "uma dessas", a escritora Lena Dunham, é AQUELA. Conheci essa louca ao assistir a série "Girls" (HBO) – uma amiga do trabalho já havia me indicado, então comprei o box da primeira temporada na liquidação-queima-de-estoque no fechamento de uma grande locadora da cidade.  Vem nostalgia. Chegam as lágrimas.

Descobrir a série foi um respiro para mim por seu tom alternativo em meio ao monte de séries sofisticadas em produções com orçamentos enormes – já escrevi sobre ela no Caneca. Eu vi o livro "Não Sou uma Dessas" pela primeira vez de passagem por uma livraria e virou piada interna entre mim e meu namorado que o chamou carinhosamente de "Não Sou suas Nêga". Rá! Naquela vez não vi que era da autora de "Girls" – que eu já tinha assistido e adorado.

Na segunda vez que trombei com o livro, numa viagem à São Paulo/Shopping JK/Livraria da Vila, reparei na autora. Comprei. Li aos risos. iLUVit.

Lena é completamente fora da caixa. Louca desde muito antes de seus atuais 29 anos. E o melhor: escreve completamente sem filtro - o que para mim foi outro respiro nessa minha vida de escritas.


O livro é um charme. Da capa em pink às contracapas de dentro com essas artes. Em 300 páginas, Lena escreve sobre momentos de sua vida com ALTA exposição, de um jeito leve, sincero, engraçado, em capítulos divididos por temas e ilustrados numa pegada deliciosa.

"Não Sou uma Dessas" é para guardar e ler de tempos em tempos. Em meio às chatices da vida adulta, nos lembra do quanto podemos pisar fora da faixa sem sermos presos ou, no mínimo, viver isso pelas experiências de Lena.

Lena é AQUELA. Aquela que não é padrão de beleza nem interessante – no sentido "gatinha" que poderia ser – à primeira vista. Ela provoca curiosidade. Ao abrir a boca, ela surta e aí pode te ganhar. É mulher que se descobre todos os dias sem esquentar a cabeça se sua foto de perfil está tosca ou não no Facebook. Ela é avessa de propósito. E muito apaixonante. Minha amiga. E ela nem sabe.


Nenhum comentário: