sábado, 7 de fevereiro de 2015

Pelos “Caminhos da Floresta”






"Into the Woods" é uma delícia. Musical e contos de fadas numa mistura perfeita. Brinca com os clássicos assim como Once Upon a Time faz. Os textos nas músicas falam sobre as escolhas que fazemos. A floresta é a vida, os caminhos que tomamos, as armadilhas que surgem. Tudo no filme é encantador.

E Meryl Streep? Essa mulher pode interpretar até a dona de uma pastelaria que ela é inacreditável - aqui ela é uma feiticeira.





Quem me deixou boquiaberto foi Anna Kendrick (na foto em seu solo apaixonante enquanto decide o que fazer nas escadarias do palácio. Deixar o sapatinho para testar o amor do príncipe? Talvez) na voz, nas feições, numa Cinderela mais real que a do clássico Disney e assim ainda mais encantadora.





Johnny Deep continua sendo um erro estereotipado que a Disney insiste. Mas ele passa rápido para não comprometer o bom gosto de "Into the Woods".





Nenhum comentário: