terça-feira, 6 de maio de 2014

Que amor quê



Que amor você quer para si? O que tem o amor quê? Imagine. Quando surgir algum, coloque-se em prova. Experimente o contrário. Tenha certeza. Ou mude. Mude você para viver tal amor. Mude o amor para viver você.

Que amor quê? Eu quero? Amor leve. Tranquilo com tesão. Amor em que somos servidos. Amor em que o outro é servido. Mas ninguém é menos. Ninguém se dedica demais e o outro nada. Quê? Não gera ansiedade, oferece o conforto de não te diminuir em ponto algum. Amor que te abre.

Faz acordar cedo e dormir tarde por, e para, cuidar do outro. Amor que usa cheque especial para ajudar quando o outro só precisa de um primeiro incentivo. Que experimenta. Sempre tenta.

Amor em que o Eu amo você não precisa ser dito de volta todas as vezes. Em que o outro sempre faz questão de enviar a última mensagem durante a troca de Boa noite antes de dormir.

Que amor quê? É cafona? Faz você cantar as mesmas músicas, porém, com um novo sentido. Que amado junto, não te envergonha.

Amor não precisa de propaganda ou estratégia, precisa ser valorizado. Não se limita pelos outros. Nem se excede, quando for pelos outros. Sim entre pelos dois.

O quê? Amor? Se vive. Quer. Que se busca. Se encaixa. Amor que muda junto com os dois. Que mais confirma e menos questiona.

Que te desafia a querer as mesmas coisas que um dia você quis, viveu e deu errado.

Amor que te faz Disney, Ferrero Rocher, álbum de figurinhas. Amor no estilo “Uma cama de solteiro para dois, por favor?”.

O amor que te faz parte. Te motiva a algo. Que amor que um dia? O amor que eu tenho. Quer? Um quê de amor.





3 comentários:

Maria Tereza Marçal disse...

Meu fioti...o amor é lindo, né?

É uma construção, uma viagem na maionese nossa-de-cada-dia.

Que Deus te abençoe, querido. A vcs dois.

Beijo grande.

Anônimo disse...

E por falar em amor...só amor por esse texto!

Beijos,
Feju

Matheus Farizatto disse...

É realmente algo que surge aos poucos. Que se confirma aos poucos. Que se torna consistente em um passo a passo.

Obrigado, meninas!