sábado, 17 de maio de 2014

Dia Internacional da Luta Contra a Homofobia

O que você vê depende da referência que você tem. Conheça antes de definir


Vale citar a data. É 17 de maio. Não só pela conscientização sobre a bobagem que é o preconceito contra os gays. Vale para diminuir o preconceito contra tudo o que for “diferente” e que não faz mal a ninguém. E o que é isso? Aquilo que pode ser minoria entre as pessoas, entre os assuntos. O não “comum”.

Quem sai do convencional. Já não é mais normal”. A frase do filme – o clássico da Disney – “O Cão e a Raposa” define bem o motivo do preconceito. Quem disse que o cão caçador e a raposa da floresta podem ser bons amigos? Quem disse que não?

Hoje mesmo, 17 de maio, Dia Internacional da Luta Contra a Homofobia, fui conhecer a Livraria Travessa, recém-inaugurada em Ribeirão preto (SP). Adorei o lugar. Enquanto eu passava pelo corredor dos DVDs, uma criança com um Blu-ray nas mãos perguntou ao vendedor se tinha aquele filme no “normal” – se referindo ao DVD porque ele não queria em Blu-ray.

O DVD é a maioria, o convencional. O Blu-ray é o “não normal”.

O que você vê na imagem desta postagem? Um sinal de igual, dois quadrados casados, dois círculos casados, um quadrado casado com um círculo, talvez duas pessoas deitadas uma sobre a outra? O que você vê depende da referência que você tem. Conheça antes de definir.



2 comentários:

Maria Tereza Marçal disse...

Lindeza você...adorei o texto, senti maturidade, leveza e tranquilidade ao tratar algo que é pesado, como esse preconceito descabido.
Gosto demais quando sinto você assim, viu?

Um beijo nessa bochecha linda he he he kkk

Matheus Farizatto disse...

Que vergonha, mãe blogueira! rsrs

Obrigado... Beijo.