segunda-feira, 21 de abril de 2014

Livro “Alguém Especial”



Um tanto cansativo. O que, Matheus, o livro? Não só. O autor? Ele escreve bem. Então, o quê? O mundo masculino.

Sou apaixonado por crônicas, pela leitura dessas e por escrevê-las. Em meus últimos livros lidos no gênero, venho de uma sequência que inclui Martha Medeiros, Luis Fernando Veríssimo e Danuza Leão. Experimentei o Ivan.

Conheci Ivan Martins por suas colunas no site da revista Época e na revista GQ. Ao trombar com sua primeira coletânea de crônicas, resolvi comprar.

O livro “Alguém Especial” – apesar de o nome e a capa românticos demais – reúne textos sobre “amor, sexo e outras fatalidades”, como diz a capa. Ao ler a crítica de Walcyr Carrasco nas costas do livro, adorei a indicação. O prefácio é excelente, com Ivan divagando sobre suas crônicas serem ou não dignas de uma coletânea. Me ganhou de cara! E assim os primeiros textos. Depois... Cansei.

Pontos para o Ivan e seu jeito de escrever sobre o amor, o sexo e as tais fatalidades quando o faz do ponto de vista “neutro”. O que rola é que quase todo o conteúdo do livro é escrito sobre a visão de um homem, hétero, explicando os lances da vida de um homem, hétero. Parado! Comum! Besta! (risos)

Sabe o que assusta o homem em um relacionamento com uma mulher? Uma das crônicas traz esta resposta. E a explicação é tosca. Este “homem”, personagem de suas crônicas, é um porre. Desinteressante. É simples demais para ser apresentado, explicado, estudado. A sequência de textos sobre este universo – talvez planeta ou município, de tão pequeno – é um porre.

Veríssimo discorre sobre as complicações de uma relação a dois; Martha sobre o ponto de vista feminino – que é tão cheio de vertentes sobre as coisas; e Danuza, se aproxima de Martha, mas ao seu estilo e com muito mais sarcasmo como uma ótima mulher da terceira idade.


Então, você quer mesmo saber por que seu marido não te elogia ou coisas do tipo? Blá.


2 comentários:

Maria Tereza Marçal disse...

Oieeee.....tudo bem? Que saudade,mininu.......nossa!!!

Olha, hoje,do nada, vendo os blogs que eu sigo, não é que de repente, não mais que de repente...vejo o blog de alguém que me lembrou você...ai fui lá, comentei, li tudo, amei tudo. E me bateu uma saudadona de você. Engraçada a vida, né? rs

Desejo que vc esteja ótimo, porque lindo eu tô vendo que está he he he ...só pra variar.

Estou a procura de um namorado, me ajude, please!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk sério: separei faz 3 meses. Brincadeira: tô procurando namorado não, tô querendo é sossego.

Fioti, te amo. Não esqueça de mim não, tá? Beijos e fica com Deus.

Matheus Farizatto disse...

Geeeente, eis que (res)surge uma das minhas leitoras favoritas! Que delícia ver seu rostinho de novo aqui no VJ, lindona!

Nossa, que surpresa boa. Eu estou bem demais e saiba que tempos em tempos também me batia um pensamento bacana em você.

Bom, vejo que sua vida está mudando (risos). Tenho certeza que será para melhor.

Obrigado pelo "oi". Eu realmente adorei.

Não esqueço de você e vamos conversando mais e mais. Meu beijo especial em você ;)