sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

“45 lições que aprendemos com nossos relacionamentos”

Nada melhor que a experiência e o que a outra pessoa nos desperta
para que isso realmente role com naturalidade


No resumo, arrisco dizer que a melhor pegada para um relacionamento saudável e duradouro seja esta: amar com serenidade e bom humor, se colocar sempre no lugar do outro, tendo-o com certa prioridade, sem se anular. Difícil? Não acho. Um exercício, sim. Nada melhor que a experiência e o que a outra pessoa nos desperta para que isso realmente role com naturalidade.

Neste ritmo de “o que fazer para...”, o site Casal Sem Vergonha convidou seus leitores a dizer quais as lições já aprendidas e válidas para exercitar em nossos relacionamentos. Cata uma a uma. Imprima, cole na geladeira, faça valer!

1.   Cuidar é um exercício diário e eterno.

2. Que a paz que você procura está no silêncio que você não faz. Ficar quieto MUITAS vezes é a melhor solução, pra TUDO.

3. Que não se precisa contar tuuuudo. Tem certas coisas que você não vai conseguir explicar ou ele não vai fazer questão de entender.

4. Que demonstrar seus sentimentos não é sinal de fraqueza, e sim de maturidade.

5. Pode passar o tempo que for, você nunca conhece a pessoa por inteiro.

6. A maior lição é ter amor-próprio. Primeiro ame a si mesmo para poder amar o outro.

7. Manter um tempo para você e para seus familiares e amigos é de suma importância. Não é porque vocês formam um casal que deixaram de ser indivíduos.

8. Não bancar a mãe do namorado. Seja mulher e parceira, e não a controladora!

9. Para ter um bom relacionamento, é importante ter consciência de que se vive bem sozinho. Relacionamento de verdade não se constrói em cima de carência.

10. Amar é uma decisão feita todos os dias. Nem sempre será flores, nem sempre será espinhos. Tentar prender alguém nunca vai ser a saída. A pessoa tem que querer estar com você por livre, pura e espontânea vontade.

11. Às vezes, aquele(a) amigo(a) dela(e) realmente é só um(a) amigo(a).

12. Autoconfiança e segurança são essenciais

13. Namorados e namoradas são humanos, e muitos humanos nascem sem um dispositivo chamado caráter.

14. A lição mais importante que se aprende em relacionamentos é identificar quando a pessoa certa aparece, afinal, já sabemos como são as erradas.

15. Não criar expectativas em cima das outras pessoas, deixar acontecer.

16. Que estou mais preocupada com lealdade que fidelidade.  Não são os chifres que acabam com os relacionamentos, e sim as mentiras criadas em virtude deles.

17. Que não estou à procura de “coisas em comum”. Mal me suporto, se for pra ter ao meu lado alguém como eu, prefiro saborear por mais tempo a solidão.

18. Um cara, quando tem borogodó, não tem AUDI o que substitua.

19. Que preciso de alguém que discorde e acrescente, para debater, quem sabe, se Capitu traiu ou não Bentinho.

20. Não questionar acerca dos relacionamentos anteriores, assim como evitar comparações com a ex.

21. Grandes amigos nem sempre são grandes namorados.

22. Se acabou, acabou. Relações ioiô só funcionam nos filmes americanos.

23. Aprendi que nenhuma paixão, por mais avassaladora que seja, tem garantias de continuar para sempre, então, aproveite cada momento!
24. Aprendi que quanto mais se ama, mais se aprende a amar.

25. Que ”na alegria e na tristeza, na saúde e na doença” também vale para namoro. E que matrimônio não é sinônimo de felicidade – você pode morar com seu companheiro sem se casar e ser mais feliz do que estar com uma aliança dourada no dedo.
26. Que comunicação é fundamental. Você pode estar saindo com um cara casado e nem saber disso.

27. Seja o alguém que você espera encontrar. Tanto quanto você, a outra pessoa também deseja ter alguém especial e parceiro do lado. Não jogue seus anseios e problemas todos nas costas do(a) coitado(a). Colabore também!

28. Aquele defeitinho bobo com o qual você não se importava se torna um problema sem tamanho depois da quinta briga.

29. Vingança não é legal em hipótese nenhuma, mesmo que o outro não saiba ou mesmo que você tenha boas razões pra “dar o troco”. Se tiver um pingo de caráter, depois vai se sentir um lixo por isso.

30. Coisa feia ficar cuspindo no prato que comeu. Se quando estavam juntos se davam superbem, por que depois (de um bom tempo, quando não houver mais sentimento) não podem ser amigos? O respeito mútuo pode fazer coisas incríveis.

31. Se você conheceu a pessoa de um jeito e se apaixonou por ela(e) assim, não venha com “você tem que mudar”. Você não é dono(a) de ninguém. As pessoas mudam, sim, mas se elas mesmas quiserem isso e no ritmo que acham necessário.

32. Que sexo bom é aquele com amor.

33. Que brigas são boas para poder se reconciliar, mas que ficar se reconciliando toda semana é um saco.

34. Com certeza não há nenhuma outra experiência melhor que relacionamento pra melhorar nossos próprios defeitos;

35. Que homem que é homem não tem vergonha de brochar ou de ficar sem grana. Homem que é homem pede pra dividir a conta e diz que aquilo já aconteceu antes, sim.

36. Existem 7 bilhões de pessoas no mundo. Se você está infeliz com uma, mude.

37. Que relacionamentos são feitos de sádicos e masoquistas… Mas é você quem decide qual deles será.

38. Confie no seu sexto sentido – ele geralmente está certo.

39. Devemos ceder, mas até um certo limite. Tudo deve ser recíproco.

40. Rir, das conquistas e desgraças, mas rir junto.

41. Que lavou tá novo.

42. O comodismo nunca vale a pena!

43. Não interessa se você é um mestre na arte de fazer sexo: se o relacionamento acabou, isso não vai salvá-lo.

44. Com o tempo você percebe que a intimidade é muito melhor do que ter cada dia uma pessoa na sua vida.


45. Você perdoa algumas vezes a toalha em cima da cama por amor.


Fonte: Casal Sem Vergonha.

Nenhum comentário: