sexta-feira, 22 de julho de 2011

Recrutamento e Seleção

Enquanto eu pedia a conta, uma amiga comentava “é... Matheus, está tudo ótimo. Tudo caminhando bem demais. Estou ‘tirando’ bem no emprego novo. Adorei o carrinho que acabei de comprar, agora só me falta arrumar alguém”. No apê de outra, “nossa, Samy – meu apelido de faculdade, não ria! – graças a Deus passei nessa entrevista. O que mais quero agora é um namorado”. E no trabalho, “ah, Má, me apresenta um amigo bacana vai?!”.

Há – pelo menos – quatro meses, um certo cara sempre está por perto. Bonito, tem um emprego legal, cursa faculdade e é louco pra ficar com ela.
Seja de manhã, almoço, meio de tarde ou final de expediente, lá está o fofo. Como uma assombração. Como o menino fantasma de O Grito – que tem até AS AXILAS pintadas de branco – ele surge! Parado. Vidrado nela. Esperando um sinal da Fulana. Qualquer coisa, um “oi”. Ou, como em seus sonhos mais eróticos, um simples convite para almoçarem juntos. Nada.

E o pior é que ela o matém por perto. Quem? A Fulana. Umas destas que vez ou outra solta uma das frases do começo deste texto para o Matheus, Samy ou Má aqui. Pouco importa qual seja. O discurso é o mesmo e a atitude idem.

Fazendo mais geada que a Tempestade (do X-Men) sobre o menino, um dia ela cedeu. Meu empurrãozinho foi: “Fulana, não quero mais ouvir você reclamar que não tem alguém, enquanto você não der a chance de conhecer os caras”. Ela topou. Trocou mensagens pelo celular. Conversas no MSN. Disse que iria rolar. E... nada.

“Ah, ele quer que eu vá buscá-lo na faculdade para sairmos, acredita?!?” – Dei o sermão dizendo que este podia ser um cara bacana e que ela perdeu a oportunidade de conhecê-lo e a entreguei para o Senhor que a todos aceita. Amém.

Se tratando de homens que sirvam para as Fulanas, Beltranas e Sicranas, quais os requisitos para que eles sejam aprovados neste Recrutamento e Seleção? Diploma? Carro? Tem que ser alto? Se for amigo, não serve?


Amigos há anos e rolou um beijo. “Legal, Beltrana. E você curtiu?”, perguntei – “Muito! Foi uma delícia. Nossa, e que PEGADA!” – “Aeee... ótimo! E vocês já se falaram depois disso?” – “Não. Mais ou menos. Já mandei um e-mail pra ele dizendo que não muda nada na amizade que sempre tivemos e que não vai acontecer de novo”.

Mais um currículo que ficará no banco de (sem) talentos destas mulheres. E aí vai mais uma, Senhor. E prepare-se que terão muitas outras. Te aviso quando chegar a vez da Sicrana. Amém.


* ATENÇÃO Situações neste texto são meramente ilustrativas, a menos que você se identifique com uma delas ou conheça alguém que se encaixe nesta forma de Recrutamento e Seleção de homens.

7 comentários:

PIMENTA E POESIA disse...

Pois é, meu querido, a coisa tá braba assim porque faltam basicamente 3 coisas às mulheres da sua geração: 1- Imaginação (dentro de um sapo há um príncipe carente). 2- Alto nível de expectativas . 3- Preguiça (percorrer a travessia de uma relação demora e dá um trabalho...).
Como vc vê, eu e meu simplismo filosófico! rsrsrsrsrs Adoooooooooooro! Beijos, meu anjo. "Samy", muito fofo.

Ju disse...

Texto mara como sempre, rsrs!
Mas o pior é que é sempre assim mesmo, todo mundo fica a espera do Homem Perfeito, o Principe encantado, rsrs, mas esquecem que ele ja encontrou a Cinderela, rs nunca tá bom, Aff...
Mas se você tiver um amigo solteiro não me esquece tá?! AHUAHUAHUA
AHAUHAUHAUHAUAHUAHUAHAAHUAHUAHUAHUAHUAHAUHAUHAUHAUAHUAHUAHA
Bjs

Matheus Farizatto disse...

Hehehe, COMO SEMPRE, você quebra TUDO, Maria Tereza! DES-TRÓ-I! rsrs

E mulhereda do VJ, ANOTEM essa. Eu assino embaixo das TRÊS DICAS.

Bjo, minha filósofa que admiro!

---------

"esquecem que ele ja encontrou a Cinderela" - MORRI de rir, Ju!

E se perguntar de novo, já te entrego pro Senhor também.

Loves!

Gi.Lene disse...

Q TUDO!!!!
Como eu que fui pedida em namoro na primeira semana e não aceitei... "Ah vamos continuar do jeito q está" foi o q eu disse.

Estamos até hoje 7anos já se passaram e agora morando juntos, ele não me pede em casamento, pq eu nem aceitei namorar com ele.

Então meninas se joguem....

Ah faltou o Theusin seu apelido da Outras.

Bjus

Matheus Farizatto disse...

MORRI de rir, Gi!

Essa história de vocês é muito BOA!
O "Theusin" aqui morre também de saudade de vocês... um beijo

E... "Ah vamos continuar do jeito q está" rsrs

Anônimo disse...

Ai, acho que me identifiquei com o texto e com as 3 dicas da "maria tereza".
hehehe
Beijinhos, Feju

Blog VirandoJornalista disse...

Bem-vinda ao grupo, Feju! rsrsrs

É MUITA IDENTIFICAÇÃO.

BêJú.