quinta-feira, 17 de março de 2011

Sentir nada


Será possível? Se relacionar e sentir nada? Seria preciso ter TOTAL controle sobre tudo na situação a dois. Ou mesmo sobre si próprio. “Não, desculpe, mas eu não me envolvo. É isso”. Frieza. Ficar sob a água que cai do chuveiro e conseguir não senti-la. Racional versus sentimento. Quais são as regras?

Após um namoro que não vingou, ela recuou. “Quero um tempo pra mim, viver do meu jeito, curtir sem compromissos”, disse. Em alguns meses, baladas e novos caras mudavam a cada fim de semana. Tudo a seu modo. Fixar em um ou outro, de jeito algum. Mas e se o cara quiser o mesmo? “Nada de compromissos, eu disse”. Aí tudo bem. Ela topou.

Ambos na mesma frequência. Ela saía solteira de segunda a quinta. Sem notícia do cara. Situação válida para os dois. Mas ele sempre ligava na sexta. Esse era o lance. “Nada de compromissos”. Sexo. Sentir prazer e só. Final de semana e só. Nada mais. Sentir nada. Consegue?

Muitos evitam até dormir de conchinha, cheirar o cabelo do outro ou tomar café da manhã juntos no dia seguinte. Ajuda? Dizem que sim. Mas eles não precisavam evitar isso. Não no fim de semana. Estava tudo muito claro. Nada de ligações ou mensagens, muito menos encontros de segunda a quinta. Na sexta chegava o convite via mensagem no celular dela. Só final de semana. Longe de ser um compromisso. “Olha, pra mim está realmente ótimo. É tudo que eu precisava. Nada de cobranças, ciúmes, família, nada”, ela disse. Sentir nada. É possível?

Mais alguns meses... e então ela cobrou, questionou, duvidou, foi atrás, queria mais. “Como assim saiu comigo na sexta e me deixou em casa no sábado sumindo o resto do dia e também no domingo? Não, não, não. Ele tá pensando o que?!”. Ela sentiu algo. Impossível não sentir? Não pra ele, que continuava a seu modo. O combinado. As regras. O trato: sentir nada.

Realmente existe esse tipo de desapego ou autosuficiência, modo de vida, convicção a ponto de ter controle e não se envolver de modo algum com quem quer que seja, da forma que for? Pra esse cara sim. Pra ela que dizia que sim, não.

E qual seria a graça? Qualquer envolvimento é prazer e dor. Sentir nada é melhor? Mais seguro? Não se sente NADA. Nem raiva nem saudade. Nada.



* Imagens: obras da americana Alyssa Monks. Artes realistas em pintura a óleo, misturando pessoas e água. A mulher é ÓTIMA!

22 comentários:

Francisco Silva disse...

Matheus, este é um caso típico de um começo de relação. Se a pessoa quer aproveitar a vida, ficar e transar com quem achar que deve e depois dar as costas e ir embora, não pode querer um bis, um flash back. Quando isso acontece, já existe algum apego entre as pessoas. Ai, passamos a sentir a água do chuveiro cair.

Beijos e sucesso.

Fernanda disse...

Homens e mulheres tem sintonias distintas.
A mulher tenta mas não consegue não sentir nada, no começo pode até ser, mas não mantêm isso por muito tempo.
Pelo menos eu nunca consegui simp
lismente não sentir nada, mesmo quando saia com alguem só para sexo, no final, depois que ele me deixava em casa, eu ficava fantasiando como seria se houvesse sentimento e no fundo eu queria muito que ele existisse, para OS DOIS.

Will Lukazi disse...

Olá ! Parabéns pelo Blog. Um casamento perfeito entre idéias, designer e sentimentos.
Eu, particularmente gosto disso. Vim, vi e SEGUI. Passarei mais vezes por aqui para saber das novidades e deixar algum comentário.
Te convido a conhecer o BLOG DO SUPER WILL ou BSW. Um Blog que tenta pela exposição das palavras e dos sentidos descobrir o que não se vê até que nada mais esteja invisível. Não acho pretensão , mas uma loucura necessária ao dia-a-dia. Confira! Nos dê a honra de sua companhia e sua visita .

Mais uma vez meus parabéns por este Recanto de bom gosto, humildemente chamado de Blog e fique sempre com Deus.

Dimas Produções - Lisieux disse...

Boa tarde Matheus, gostei do seu blog e gostaria de estabeler parceria, também tenho um blog onde um dos temas é o jornaismo. visite..
http://dcmcry.blogspot.com
lá vc encontra noticias vídeos, imagens montagens, reflexões, publicidade, comprar tudo elaborado por mim sisite e deixe seu comentario e me add no msn para contato
diemes.dcm.final@hotmail.com
acesse o meu blog todo os outros que verem este cometario te vejo lá.

Matheus Farizatto disse...

SALVE!

Chicão, não acho que é coisa de começo de relação (nossa, rimou e ficou péssimo hehe) e sim de escolhas. Saber o que quer e o que esperar. Çuceço pra gente!
---
Pois é, Fernanda, acho que para a mulher, "Sentir nada", tem o triplo do grau de dificuldade. Ainda não conheci uma sequer que tenha tal determinação e estilo. A mais próxima disso eu retratei neste texto. MUITO BOM ter você por aqui! Bjooulllsss!
---
WELCOME TO VJ, Lukazi! E muito OBRIGADO pelas palavras. ;)
Conhecendo o BLOG DO SUPER WILL neste momento... Thanks. Abraço!
----
Olá, Dimas! Bem-vindo ao VJ!
VOLTE SEMPRE que quiser.
Muito bacana. Estarei no dcmcry.blogspot.com. Abraaaasss!
---

VALEU todo MUNDO!

Dory disse...

Adorei o seu blog,e tbém esse texto já estou te seguindo Bjs e um ótimo final de semana!!!

Yohana SanFer disse...

Olá Matheus, vim de curiosa e gostei muito do que li. "Sentir nada"...hipocritamente tão em alta os dias de hoje...pra mim, impossível, sou movida pelo verbo sentir, tudo e qualquer coisa! Considero um princípio...adorei ler teu texto!
obs.: "virando jornalista", nome interessante o do blog, gostaria tb de estar virando jornalista, mas esse objetivo ficou estacionado há mto tempo e me formei em outra área, por enquanto admiro e acompanho a profissão!rs
Bom descobrir teu blog! :)

Matheus Farizatto disse...

Dory, que simpático! Adorei também.
Seja muito bem vinda e POR FAVOR fique à vontade para voltar e sempre participar como QUISER! Um bjo.
------
Também me movo dessa forma Yaohana. E sabe de uma coisa, sempre valeu muito a pena. É a melhor forma de nos tornarmos melhores: sentindo.
Espero que esteja bem na área que escolheu. E nunca é tarde para realizar uma vontade, RIGHT?
OBRIGADO DEMAIS pelas palavras.
BE WELCOME! BJouL.

Petit Gabi disse...

Matheus, quanto tempo! hehhe
Ó, passei por aqui para dizer indiquei você para o Selo Stylish Blogger Award. Se quiser o blog reconhecido por esse selo, é só seguir instruções no link abaixo, no post referente a indicação.

http://sovimpraescrever.blogspot.com/2011/03/selo-stylish-blogger-award.html

Espero que tenham gostado.

Beijo da Petit!

Bruna disse...

Nossa! Você deveria estar em todas as seleções de melhores blogs... Muito bom mesmo! Conheci há uma semana e já virei fã e leitora assídua! haha...
Parabéns e continue sempre prezando pela qualidade no seu blog! Valeu!!

PIMENTA E POESIA disse...

Fioti, amor meu. Saudade docê,viu? Que bom que vc passou lá pelo blog e que delícia seus coments!Obrigada por tanto carinho. Olha, parabéns pelo texto, parabéns por ser quem é. Vou mandar fazer uma caixinha especial procê, surpresa...Quanto ao tema, vc sabe e me conhece: SENTIR é o meu verbo preferido. A dor e o prazer são indissociáveis, né, fioti? Um beijo grande.

Matheus Farizatto disse...

Petit! Esse é o primeiro SELO DO VJ!
Muuuuuuuito obrigado. Vou preparar um post de divulgação e não esquecerei de você. ;) Thanks!
------
Oi, Bruna! Uau!
Como assim seleção de melhores blogs? COMO EU FAÇO ISSO? Hehehe... brincadeira. Fico feliz demais por ter curtido tanto. Fique muuuuuito à vontade para ler, comentar e sugerir SEMPRE! Até breve então. Um bjo.
---------
Saudade mamãe de bRog hehe. Surpresa? NÃO FAZ ISSO COMIGO! Hehehe. Não vou nem dormir.
Você é ótima em expressar o que sente e valorizar isso. Um beijo enorme em vc!

Will Lukazi disse...

Olá Matheus ! Estou aguardando o próximo post viu...rsrsr...grande abraço.
Para um camarada que se diz preguiçoso pra ler até que vc se saiu bem no meu ultimo post....rsrsr...


fui

Matheus Farizatto disse...

Salve, Will!

Ah, mas a minha preguiça não é pra ler. É PRA ACORDAR! Pra fazer exercícios! E por aí vai. Hehe.

Pode esperar o próximo texto. Algum palpite sobre o assunto? Mês de março é mês...

Um abraço.

Fernanda disse...

De Inicio do Outono...
De Chuvas...
Dia das Mulheres...
E meu aniversário...eeeeeeeee..rs

Matheus Farizatto disse...

Fer... que dia é seu niver? rsrs

Mês das mulheres? Hehe...

O novo texto entra dia 25. Aeee!
Bjos, Ferzaça!

Fernanda disse...

Meu niver é dia 27...

Dia internacional da Mulher é 8 de Março...

E dia 25 não sei dia do que é..rsrs

Bjos

questgamer disse...

È o Guih... o queridão... acho meio impossível um ser humano tentar viver em uma relação totalmente "FRIA"... passa uma pesada sensação de não serem seres humanos =D... ninguem conseguiria ficar sem o sono de conchinha, sem o cheiro no cabelo e até mesmo o café da manhã... pelo menos eu não...abração SUCESSO

OBS.: Meu blog mudou para questgamer.wordpress.com - Vlew

C. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
C. disse...

Liberdade... eu costumo analisar o mito de Ícaro, como um dos que demonstram ser a liberdade um bem às vezes maior que o amor. Os sentimentos devem ter como característica principal o conforto, acima de tudo. Nesse texto a mocoila nao é que nao tivesse sentindo nada... ela sentia a liberdade como o mais importante para si. Justificável, nao?!.

Beijinho

Matheus Farizatto disse...

Salve, Gui!
Pois é, sei que é difícil imaginar, mas existe, sim. E realmente não parecem seres humanos. Aliás muita gente não parece, em vários aspectos.
Anotado o novo endereço do seu blog! ABRAÇÃO!
-------
Olá, C.! Muito justificável, sim. Nossa, comentário, MARAVILHOSO!
Entrarei com calma no CaFofo Online. Muuuuito obrigado.
Um beijo.

Anônimo disse...

[url=http://kaufencialisgenerikade.com/]cialis[/url] cialis rezeptfrei
[url=http://acquistocialisgenericoit.com/]cialis[/url] cialis generico
[url=http://comprarcialisgenericoes.com/]precio cialis[/url] comprar cialis espana
[url=http://achatcialisgeneriquefr.com/]vente cialis[/url] vente cialis