quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A Fera e a Bela


“Sentimentos são fáceis de mudar. Mesmo entre quem não vê que alguém pode ser seu par”, canta aquele bule obeso enquanto a Bela e a Fera mostram que são pés de valsa pelo salão!
No clássico da Disney, a moça do interior aguenta aquele grosso de chifres durante todo o filme para descobrir que, mesmo ele sendo um animal – ainda no sentido de grosseria – é o par perfeito pra ela. KI LINDÚ!
O bicho dá cada berro com a menina, de deixá-la com cuspe até na nuca! E ela? Segura a onda e, em alguns momentos, só não senta a mão na FUÇA dele porque tem que fazer a linha “princesa da Disney” – passarinhos azuis voando aqui no VJ.
E assim, entre tapas e beijos é ódio é desejo, eles constroem um relacionamento, antes que as pétalas do “BUtão encantado” (oi?) terminem de cair e aquele cachorro de smoking azul fique neste estado pra sempre.
A questão é: será que eles viveram felizes para sempre depois que a Fera voltou a ser aquele príncipe com jeito de Ken da Barbie? Será que aquela briguinha de vez em quando não faz bem para o relacionamento? A Bela passou a viver entediada naquele castelo sem a Fera rosnando em suas córneas? Num sei não...
Acho que as brigas acontecem com mais frequência em um momento logo após o começo do relacionamento. São dois “estranhos” se conhecendo e acertando tudo o que é preciso para que a coisa ande da melhor forma possível.
Mas existe um momento em que a aparação de arestas diminui e então tudo segue a mil maravilhas? E se isso não acontece no começo do relacionamento, o namoro fica melhor depois da briga ou terá mais chances de isso levar ao fim desse laço?
Talvez se a Bela dissesse “amém” a cada catarrada que a Fera dava em sua cara, a Fera não teria se apaixonado tanto. Ou se a Fera agisse como um esquilo em vez de um CAVALO, a Bela talvez tivesse preferido ficar com o ignorante de peito peludo do seu vilarejo.
Tive um começo de namoro bastante tumultuado e quando tudo passou me peguei estranhando as águas calmas. Agora sei que é muito mais gostoso seguir amando assim. Mas admito que ainda faço questão de implicar com uma coisa ou outra que me incomoda em vez de deixar pra lá – é isso mesmo! kekiéh? – acomodação não é comigo.
Então, será que a Fera ainda grita com a Bela ou a Bela mostra a fera que tem nela sempre que a Fera olha para a bunda da empregada do castelo?
Relacionamentos sem brigas são amores mais quentes ou paixões mais mornas?
Ou são os dois? Ou nenhum dos dois?
.

8 comentários:

Beta disse...

Mas que pergunta difícil ein.
Bom, posso apenas dizer por mim. Meu casamento no início era um horror de brigas... Mas graças a Deus essa fase passou e agora nos respeitamos muito mais, cada um no seu espaço.
Mas as pessoas tem que querer que dê certo, senão não rola...

As insatisfações são incômodas, mas normalmente o problema está dentro de nós, não no outro.

bj

Priscila Pavoni disse...

Ma ... verdade seja dita: não existe relacionamento sem desentendimentos ... mesmo por q acho que eles contribuem para que busquemos a evolução sempre, como indivíduos e como casal ... na hora da discussão você fica com uma raiva danada .. rsrs mas depois, naquela hora que um ou outro decide se redimir, aparar as arestas e conversar com calma sobre o que causou o mal-estar, ah, fala sério ... rsrs tem hora melhor que essa?? rsrsrs parece que os abraços, carinhos e beijos ficam ainda mais gostosos ... parecendo cena de novela ... kkkkkk Beijos querido!!!

Matheus Farizatto disse...

Olha só! As meninas mandando MEGA bem aqui no VJ. ME MATAM DE ORGULHO! hehe

Parece mesmo que as brigas são parte da melhoria. Mas, como a Beta disse, é sempre importante que ambos queiram que o relacionamento dê certo.

E o momento que Pri comentou, sobre chegar e conversar e se redimir, pode ser mesmo uma grande prova de amor. Acho que só esse sentimento tão nobre é capaz de nos fazer colocar o orgulho de lado só para termos quem amamos mais perto.

MUITO BEM, LINDAÇAS!
ADOREI!

Bom demais ter vocês participando sempre.

BeijAÇOS!

Tássia Beig disse...

Meu pequeno...grande indagação a sua aqui no VJ. As pessoas podem não acreditar, mas tenho um relacionamento de 3 anos e pouquinho, moramos na mesma casa e NUNCA brigamos. É isso ai moçada, NUNCA! Nem sequer o que as pessoas chamam de desentendimento. O que acontece de vez em quando são segundos de insatisfação. Sabe aquela coisa que a pessoa faz e vc não engole muito? É nessa hora que os segundos começam a contar, pouquissimo tempo depois ele vem, me da um beijo e faz cosquinhas. E ai meu querido, as minhas perninhas bambas e meu coração "bandido" não resistem.rs Brincadeiras a parte, acredito que conquistamos um grau único em um relacionamento. A gente se entende em um olhar, não é preciso horas e horas de DR pra reacender o fogo da paixão e dar uma reanimada no sexo. People eu tenho isso todos os dias sem nunca ter gritado com ele. Se eu vivo um sonho? Pode até ser, mas se for...NÃO ME ACORDE!rs

Matheus Farizatto disse...

Não é sonho, não, Tatá!!!
É porque você é uma bênção de menina hehehe... nunca vi igual!

E o Brunão (namorado da Tatá) também não fica atrás. É ZEN DE TUDO esse menino!

Vocês são o casal mais BOB MARLEY que eu já conheci rsrsrs

Adoro vocês!

Rosemary disse...

Ah, Matheus! Cheguei ao seu blog atraída por este texto. Ri, refleti. Muito bom! Precisamos usar pelo menos a visão de 3D, para sermos um pouco mais do que uma tábua rasa, uma folha de papel insípida. Ah, adorei aquele slide com as pessoas aplaudindo. Ri, do mesmo jeito que você, na foto.

Anônimo disse...

Hurrah! At last I got a website from where I be capable of really take helpful information concerning my study and knowledge.


Have a look at my blog post health and wellness coach training

Anônimo disse...

To be able to Work at home can be great for those people
who are suffering from a disease or illness, or a stay at home mum and house wife having to care for children, older or retired persons who want to earn extra income and students because they want to earn some spending money in their free time.
Remember that persistence and vigilance that keeps the work at home system alive.
Hard work and determination will make your work at
home business a success and provide you with a steady stream
of income.

My page - Online Outsourcing