quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Passarinho quer dançar

Passarinho quer dançar. O rabicho balançar. Porque acaba de nascer.
Tchu tchu tchu...
Seu biquinho quer abrir. As asinhas sacudir. E o rabicho remexer.
Tchu tchu tchu...
Joelinho vai dobrar. Dois saltinhos só pra ver.
Vamos voar!!!


Aeee passarada, passarela, bando ou sei lá qual é o coletivo – e não "plural" ao contrário do que a múmia aqui escreveu. Obrigado, Lilian! (risos) – de... PASSARINHO! Tá com vontade de dançar, tá? Você tá, heim? ENTÃO PRESTA ATENÇÃO PRA NÃO FAZER MERRRDAAAAÁH!

A cena foi péssima. Estamos eu e o morzão em uma loja no shopping em pleno domingo e começa a tocar um “tutis, tutis, ziéum, ziéum, A SU XARÁ”.

Eu paro. Viro a cabeça pro lado. Arregalo os olhos. Faço aquela boca de quem ia perguntar alguma coisa, mas desistiu. Braços e corpo retos e engeçados. Finjo que seguro um copo de Wiskas com Energéticus. E começo a balançar o tronco e a cabeça – que está virada para o lado – em movimentos únicos e compulsivos, curtos, pra frente e pra trás, como socos com o corpo, olhando em seus olhos. O que eu recebi?
G A R G A L H A D A S ! CLARO! – Ofi córçi! (uma atenção para os leitores gringos desse blog. Ténki iu, évribéri!).

Foi ridículo e o que eu ouvi: “nossa, o melhor é a sua cara de bobo!” – e mais risadas. Nós dois rindo muito na “Lojas Americanas, A ME RI CA NÁS!”.

Mas é isso mesmo. O que eu fiz foi imitar os caras que se acham os “FODÃO” nas baladas. PASSARINHO que quer dançar e só paga M.I.C.O! M.ó.n.q.u.í! (bjo pros leitores da Tchecoslováquiawayhá – é assim que escreve? Fiquei na dúvida nesse acento no último “a”. Mas enfim).

Pois então, será que mandar bem no gingado, na malemolência e na requebrância na hora de conquistar alguém pode ser meio caminho dançado? Segundo as }}passarinhas{{ que perguntei, SIM! – UIA SÓ!

TODAS disseram que curtem caras que dançam. É fato: muitas vezes o cara pode ser até meia-boca – desde que não tenha aquele cheiro de carne que tá presa no meio do dente há semanas –, mas se grudar na cintura e mostrar o “cheiém iém da sanfona” ou tiver estilo na boatchéyin , BEIJA NA BOCA S.I.M!

E a prova de que ELAS dizem isso é o estudo dos britânicos da vida que diz que PASSARINHO que usa movimentos “repetitivos e compulsivos” – como eu fiz naquela loja. Desculpa por eu ter acordado naquele dia – só vai ser pinto molhado quando Deus cuspir nele. Porque se depender da }}passarinha{{ molhá-lo... ÓIA O VÍDEO.



E tem cara que acha que dançar é coisa de viado. E É MESMO! (brincadeira, já parei). Desde que o cara não se ache a Cher finalizando uma música em seu show, no elevador que desce sob seus pés e seu palco a “ENGOLE”, vai do bom senso para ele curtir e ainda cativar a menina, menino ou a CHER que aparecer em seu caminho! Isso pode economizar muuuito papo e em vez daquela ladainha toda, bastará um simples: PASSARINHO, QUER DANÇAR? E PIMBA! É OVO NO NINHO!

E como a mulherada quebra tudo e conquista com força na dança do acasalamento, para aquelas }}passarinhas{{ que ainda estão no ninho, fica a aula da experiente tia PiOnça ("pintinha" com onça = Beyoncé). EU RI MUITO COM ESSE VÍDEO. AUMENTA O SOM E CATA!



E você? O que acha? PASSARINHO tem que dançar? Faz diferença?
Olha para o novo banner do blog aí ao lado e COMENTA, VAI, POR FAVOR.
BJOULLL!

*** E em breve você poderá comprar na página
www.virandojornalista.blogspot/PAGUENOCARNÊ:

5 comentários:

juliana disse...

Nossa muito bom, as palavras em inglês são o melhor, rsrs. Mas nunca imaginei que até sobre isso tinham feito pesquisa, aff.., E a dança da Beyoncé, tudo de bom, muito legal mesmo!!
Bjo

Matheus Farizatto disse...

Claro, Ju! Tenho que dar um MÍNIMO de atenção aos leitores dos Isteitis. Num é meeesss?

E a Beyoncé, pra variar, UM EXCESSO! (risos)

Que bom que curtiu!
Um beijão.

jhamiltonbrito.blogspot.com disse...

Mininu, esta musiquinha já deu o que tinha que dar. Esta é igual aquela da Tetê Spindola ( vc pra mim foi um sonho)...puta que o pariu!!!!!!!
Mas, todavia, porém, contudo eu ficaria uns 10 anos vendo o diabo da morena mostrando o passarinho

Patricia Daltro disse...

OK, eu também tenho acesso de risos só de ouvir essa música. Mas, cá entre nós, um homem que SAIBA dançar, e não ficar se sacudindo como num eletrochoque, faz toda a diferença. rs

Matheus Farizatto disse...

Realmente Hamilton, são duas músicas eternas. Com certeza quando a Terra estiver sendo rehabitada, uma delas estará tocando. A outra, tocará antes: quando a humanidade estiver sendo banida!

E... EU SABIA, PATY! Toda a diferença MESMO! E essa música serve também para cantarolarmos enquanto somos informados no trabalho que temos um trabalho que será um PORRRREE a ser feito (risos).

Obrigado pela visita, pessoal.