segunda-feira, 12 de abril de 2010

Mais Glee

“Quando todos achavam que não prestavam para nada, a música chegou para salvá-los”
(blog da série no portal da FOX)






Já falei sobre a “musicalmédia” Glee aqui no VJ – se você não viu, role uns posts abaixo ou clique aglee. Volto a escrever sobre a série exibida na FOX porque na terla-feira, dia 13, começa (nos EUA) a segunda parte da 1ª temporada da comédia musical que levou o Globo de Ouro em 2009 e conquistou milhares de fãs no mundo todo – inclusive a mim – e que logo deve chegar à tv aberta aqui no brasilis.

Depois dos treze episódios da primeira parte da temporada de estréia, o elenco ganha dois novos personagens e muitas outras versões de clássicos da música gringa. A nova temporada ainda vai abraçar hits de Madonna e até da “chega, já deu” Lady Gaga.



O que vemos na primeira parte desta temporada de Glee é que a receita deu certo e tem tudo para continuar dando. Os atores vão além de textos decorados e caras e bocas. Eles não só atuam, como cantam e dançam com um talento de berço. Os vídeos de apresentações ao vivo encontrados no YouTube vão desde o programa de Oprah Winfrey até um show no domingo de Páscoa com participação da “Primeira Família Americana”, na Casa Branca durante o “White House Easter Egg Roll” – não sabe o que é isso? Joga no Google! hehehe

Glee trouxe novos rostos para a tv, com vozes de verdade e histórias bacanas – dentro e fora da série. Com muito bom gosto, a trama fala, principalmente, sobre a diversidade. Tudo amarrado por muito, mas muito bom humor, com uma isca univiversal que, não importa a idade, sexualidade ou raça, todos abocanham A MÚSICA.


2 comentários:

Rodrigo Ziviani disse...

Hummm, que texto gostoso, Má. Assim como a série, que a gente adora, né? Curti muito. Bjo.

Matheus Farizatto disse...

Nossa, adoramos com dedicação!!!
Com a mão fazendo o "L" na cabeça ahuahuahua - menos, eu sei.
E quando não estiver aguentando mais ouvir a trilha que você me deu, me avise, que eu arrumo um cd com as músicas na versão karaokê, assim eu fico cantando sem playback pra mudar um pouco - vixi! Deus te livre, né Ro?

Que bom que gostou do texto! Elogios seus nunca são demais.

beijo.