quinta-feira, 20 de março de 2008

Cinco anos, parabéns pra ELE





ELE é dissimulado. Foi eleito com a ajuda da igreja e de uma família cuja nacionalidade ELE expulsou do país que preside e sobrenome ELE persegue. Consegue ser muito pior - em todos os sentidos - que seu pai e não faz questão de não falar sem pensar para sua nação e para o mundo, seja para o jornal ou para a televisão, ELE, simplesmente fala. E fala cada uma! Os motivos para suas atitudes não precisam ser verdadeiros nem seus discursos terem fundamento.
Há cinco anos, o Super ELE invadiu um país que possuía armas de destruição em massa em seu controle para assim salvar a humanidade e sua nação. Milhares de seus homens chegaram chegando. Na madrugada de 20 de março de 2003, o céu da capital deste país fez-se iluminado por mísseis e bombas lançados contra o nada. Ninguém sabia o que estava acontecendo. Ninguém sabia de armas de destruição em massa. E não havia armas de destruição em massa.
Ah, não tem armas com capacidade para destruir todo um continente? Não. Ah, tá, obrigado. MAS O DITADOR DESSE PAÍS TEM LIGAÇÃO COM UMA REDE DE TERRORISTAS QUE QUEREM ACABAR COM A NOSSA NAÇÃO! VAMOS PEGÁ-LO!
Briga, mata, morre, destrói, vangloria-se, mata mais gente, gente d’ELE, gente de lá, explode, atira, tropeçam em um buraco no solo e acham o ditador. Corda no pescoço dele e bota os pés dele para balançarem no ar. PRONTO, TERRORISTA QUE SE METE COM A GENTE ACABA ASSIM. MENOS UM. AGORA O LANÇADOR DE AVIÕES EM TORRES QUE SE CUIDE.
Ligação para ELE. É sua grande “menina dos olhos” em estratégia e segurança dizendo que o tal ditador não tem ligação nenhuma com a tal rede de terroristas e muito menos trata-se de um. Ah, não tem ligação? Não. Ah, tá, obrigado. MAS COMO DITADOR, ESTE PERSEGUIU E TORTUROU AS PESSOAS DE SEU PAÍS, COMETEU CRIMES CONTRA A HUMANIDADE E NÓS, AS LIBERTAMOS DISSO! SOMOS O MÁXIMO. TUDO VALEU MUITO A PENA!
Cinco anos. Tempo suficiente para matar 4 mil jovens de sua própria nação - ELE “pódi”, o ditador, não - e gastar trilhões de dólares da mesma. Jogar aviões em torres de um outro país é terrorismo. Invadir um país e fazer o que bem entender durante cinco anos, não.
Segundo ELE, a “guerra preventiva” - aquela que acontece antes mesmo que pudesse acontecer. Já viu isso? Legal né? No mínimo prático ao meu ver - iniciada por este republicano, para intervir naquele país foi "muito bem-sucedida".
Com tudo isso, hoje, e somente hoje, sua nação, ao contrário de quando tudo começou, está insatisfeita com a postura d’ELE, e 60% dela diz que votará nos democratas nesta próxima eleição para presidente, a qual acha que os jovens que compõe as tropas naquele país devem voltar para suas casa para satisfazerem as vontades de suas famílias e não as de um republicano egocêntrico.

Veja mais:
Cronologia da Guerra do Iraque

DVD – Fahrenheit 11 de setembro

2 comentários:

denis disse...

Cara, excelente o texto e as idéias. A linguagem que vc utilizou foi perfeita e a dose de humor ficu bem equilibrada com relação à seriedade que a mensagem exige. Parabéns mesmo. É bom ver jornalistas atos despontando desse jeito. Sucesso.

TV de Plasma disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the TV de Plasma, I hope you enjoy. The address is http://tv-de-plasma.blogspot.com. A hug.