quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Do geito que o brazileiro gosta




O que reaumente emporta agora e intender o comtesto. Aquilo que se pretendi diser, e não a forma correta de escrever. Não a mais gramatica, não a mais criterio. A onda agora e escrever faciu, e não poderia aver um momento melhor para isso acontesser no nosso paiz, afinau o nosso prezidente adora a forma como e xamado, pois, Lula, não presiza de assento nenhum, não uza H, nem S com som de Z, Ç ou SS, G com som de J, vogau dupla ou algum tipo de pontuassão como o ifem (-). Vamos colocar a valorisassão da nossa lingua portugueza em utimo plano. Para que cumplicar?
A partir de 2008 o brasileiro não tera mais disculpa para escrever errado ou diser que o portugues e muito dificiu. Saudem a Reforma Ortográfica, a Desvalorizassão do Portugues do Braziu, a Banalizassão da Gramatica.
A dessizão foi tomada em um acordo feito entre oito paizes que falam o portuguez. O obigetivo e faser com que a cultura desta populassão que reune 230 milhoes de pessoas, se aprossime.
O negocio e não cumplicar. Vamos fassilitar. Todos podem ser prezidente do Braziu. Todos podem escrever certo. As
novas regras da lingua portugueza devem começar a ser impostas em 2008. Entre as mudansas estam: fim do trema (¨); dos assentos que diferensiam as palavras, entre, subistantivos e adigetivos; e o mero separador cumplicado, o ifem (-).
Muito legau ne! Escrever para e para (verbo parar e preposissão) sem assento! Imagine dizer: Eu não quero que voce vai, para. O que voce quiz diser? Que voce apenas não quer que auguem va para algum lugar ou que voce não so quer que este auguem não va como pediu para ele parar. Mas isso não emporta. VIVA! TODO MUNDO E CUUTO!
Xega de trema, ele so cumplica. Xega de ifem, ele so serve para separar as palavras mesmo. Em 2008, escreva antirrelijiozo e não anti-religioso, afinau o siguinificado e um so, e não um prefixo que em seu siguinificado de origem quer diser “contra” e mais um adigetivo que por sua naturesa qualifica auguem ou augo, formando assim esta espreção.
“Vêem”, “lêem”, ah...não cumplica. Em 2008, escreva veem e leem. So não errem a quantidade das vogais, como o “e” nas palavras, ok? Esta liberado não saber escrever, mais contar não.
E voce não vai acreditar no que vou diser, mas, o paiz que esta mais ezitante em aderir a nova ortagrafia e Portugau. Isso mesmo, os burros! Os portuguezes. Os burros querem manter o portuguez tradicionau, o cumplicado, hahahahahaha COMO SÃO BURROS!
Matheus Farizatto


Saiba mais:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u321371.shtml
http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u321373.shtml

3 comentários:

Augusto disse...

Pois é!
É a banalização do conhecimento!Sem dúvida, este é o país onde o que é certo é errado, e o que é errado é exaltado!

Marina disse...

Amei Sammy!!!!!!
Uma grande postagem esta.. Parabéns, que você continue escrevendo cada dia mais e melhor..
ah.. acho que vou escrever umas besteirinhas aqui também,você zua também meu fotoblog!!! kkkkkkkkkk.. Brincadeirinha kirido!!!

Sucesso sempre pra ti...
bjus!!!

Pedro disse...

muito bom caro amigo.
parabens pela reportagem!
gostei imenso, apesar da polemica ja ser antiga gostei imenso de ver que ha brasileiros que se importam e tenhem uma opniao inteligente sobre esse assunto.sou brasileiro e moro em portugal a 5 anos...ca, ninguem aprova qualquer tipo de alteracao da lingua...so o nosso Lula mesmo. -_-
abracos